Fevereiro 02 2009


Começar é que custa sempre. Em tudo ou quase tudo, o início é que se torna doloroso. Nestas cirucstâncias, dar início ao contacto com o mundo do jornalismo foi, e está a ser , uma descoberta dolorosa onde a ansiedade pulvilha o desejo de vir a preencher um lugar no posto hipotético do “vou poder ser a voz do mundo”.

Entrar para o Público foi e será uma das mehores coisas que me aconteceu em 2008. Bem no final do último ano muitas foram as novidades e, a nível profissional, novos caminhos se iniciaram. Mais uma vez, o que custou foi ter a iniciativa e fazer os contactos; custou começar a tomar consciência de que é isto mesmo que quero. E HOJE, O 1º DIA DO ESTÁGIO, foi o confirmar de que vai doer um pouco habituar-me a esta mudança inicial.

Começo aqui o contar dos próximos três meses, o relatório do que vou fazendo como estagiário. Os trabalhos, as propostas, os medos e os desejos desta minha primeira experiência como jornalista.

Boas leituras!

 

publicado por vanessaquiterio às 22:36
Tags:

Tu tens potencial, ou não terias esse estágio. Sabes fazer pela vida ou não estarias envolvida em tanta coisa. Por isso, acredito que o estágio te vai correr bem. Da minha parte, vou fazer o que me for possível (e se for preciso, o impossível) para que isso aconteça.

Amo-te muito *
vanessaquiterio a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:21

Boas ao ler o teu 1ª dia e o 2ª dia fiquei com uma dúvida o que é fazer a ronda ?

Dica:
Já agora um sítio bom para sacar informações são as tascas perto dos locais do crime ou os velhotes no banco de jardim estão sempre a par das novidades graças ao jornal do soalheiro , por vezes podem exagerar um bocadinho lol mas o povo português gosta é disso cenas violentas e notícias wuhuu com emoção..
E aconselho-te a perguntar 1.º e só depois dizeres que és jornalista as pessoas tem um bocado "fobia" aos jornalistas

amanha vou tentar comprar o público com o teu 1.º artigo ver se consigo caçar algum erro :P
Por isso pessoal do norte já sabem toca a enviar-me o Público

Um Abraço,
Filipe Nunes
Filipe Teixeira Nunes a 4 de Fevereiro de 2009 às 01:06

Muito bem...
embora akela parte inicial do texto...tenha expressões k podem ser mal interpreadas...loool
mt bom...
força...
Roberto a 6 de Fevereiro de 2009 às 18:55

mais sobre mim
arquivos

Fevereiro 2009

pesquisar
 
blogs SAPO